A busca por opiniões contrárias como processo reflexivo

maio 11, 2017 UnirConhecimento 125

Você se sente diariamente cercado por informações? Ao sair de casa, encontra panfletos e outdoors? E ao utilizar seu celular e computador, ao ligar sua televisão, rádio? E nas conversas com os amigos, familiares e vizinhos? As informações que chegam até você, coincidem com suas opiniões?

 

Somos diariamente cercados por publicações e induzidos a assumir opiniões que podem, ou não, convir para o ponto de vista que defendemos. Os avanços tecnológicos e a democratização dos meios proporcionam um amplo debate e disseminação de ideias diferentes sobre um mesmo tema.

 

Justamente por estarmos sendo preenchidos de textos, vídeos e imagens, torna-se importante o processo de não somente receber a essas informações, mas, também, buscar por discursos contrários e debater sobre as mensagens recebidas, favorecendo um processo de reflexão dos acontecimentos como um todo.

 

Se nos mantivermos em busca somente de falas que complementem nossas ideias criaremos uma bolha impenetrável de pré-conceitos e não teremos, nunca, uma noção do contraponto para questionarmos como fundamentamos nossas opiniões, e se estas estão corretas. Da mesma forma, estaremos alheios aos acontecimentos e justificativas de uma parcela da população que não compartilha das mesmas ideias que as nossas.

 

Texto por Melissa Brum

Comentários

Deixe sua mensagem