Acessibilidade na IES

CAMINHOS ACESSÍVEIS PARA TODOS

 

A comissão de acessibilidade para as pessoas com necessidades específicas UNIFAMMA é responsável por estudar, analisar implementar as ações que promovem as pessoas com necessidades específicas e as possibilitem a uma inclusão responsável, para vencer as barreiras do preconceito e da discriminação e ter direito a uma vida de qualidade.

Pois historicamente padrões previamente estabelecidos deixavam de fora todos que não seguiam os moldes e as pessoas com deficiência eram muitas vezes discriminadas e não tinham sua acessibilidade garantida. Diante disto surgiu uma preocupação em respeitar essas diferenças, entendendo que a diversidade humana é um conjunto de diferenças e particularidades individuais que caracterizam as pessoas como únicas e singulares. No Centro Universitário Metropolitano de Maringá temos a preocupação em dar a acessibilidade para pessoas com necessidades específicas e romper com os padrões de preconceito.

Para isso surge a comissão de acessibilidade para as pessoas com deficiência, que teve inicio em 2014, por meio de uma equipe multidisciplinar, conhecer e buscar sanar as possíveis barreiras que não possibilitavam as pessoas com deficiência terem pleno acesso na instituição. Em 2015 foi formada a comissão de espectro autista na tentativa de cooperar com este grupo as comissões forma fundidas, tornando-se a comissão de acessibilidade para pessoas com necessidades específicas.

Hoje a comissão é formada por uma equipe multidisciplinar que envolve funcionários, docentes e discentes e tem como objetivo buscar melhorar a inclusão da pessoa com deficiência através da acessibilidade, alteração de processos existentes, compra de equipamentos, especificamente de mobiliários e sugestão de layout ergonômica, melhorando desta forma o “ir e vir” das pessoas com necessidades específicas na instituição.

Algumas medidas com relação a acessibilidade já foram tomadas, como rampas, piso tátil, ajuste nos sanitários, elevador, palestras que trazem uma fala reflexiva sobre o espectro autismo e sobre o preconceito atitudinal para funcionários, professores e outros.

A comissão hoje está desenvolvendo ações não somente para que a UNIFAMMA seja uma instituição inclusiva, mas que possa ser um exemplo de inclusão para os demais segmentos de Maringá.

 

Presidente: Luciana Boligon Refundini

Secretária: Eliane da Costa Lima

Gisele Mascagna
Givago Dias
Gleison Gerola

Filviana Silva Nishiyama
Rosilene Gonçalves
Tatiana Custódio Domingos

MEMBRO ADMINISTRATIVO
Valdir Mattaro

MEMBRO DISCENTES
Isabelle Yavorski

© Copyright 2012 - 2018. Desenvolvido pelo Núcleo de Sistemas de Informação(NSI) da UNIFAMMA - Centro Universitário Metropolitano de Maringá. Todos os direitos reservados.