Faça já sua inscrição

Faça já sua inscrição

Apresentação do curso

A formação e intervenção do professor e do profissional de Educação Física para os diferentes públicos que apresentam necessidades especiais tem se configurado de modo frágil, já que muitas vezes o termo se restringe a pessoas com deficiência física e/ou intelectual, deixando outros grupos como Terceira Idade, Gestantes, Obesos, Cardíacos, Diabéticos e Hipertensos a margem de ações que propiciem a melhor da expectativa de vida e compreensão dos direitos e deveres no âmbito escolar e não escolar. Deste modo, esse curso busca viabilizar propostas formativas e interventivas aos profissionais e professores da área da Educação Física para atuar com as diferentes pessoas com necessidades especiais (PNE). Por meio de informações e ações práticas, o aluno terá conhecimento sobre as possibilidades de intervenção junto aos grupos e suas demandas físicas e psicossociais. O curso busca atender uma crescente área do mercado de trabalho do bacharel em Educação Física bem como as novas demandas político-educacionais propagadas pela Lei Brasileira de Inclusão (LBI), também chamada de Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei 13.146/2015) e a nova realidade da educação básica brasileira.

Indicadores de demanda pelo curso

Professores e profissionais de Educação Física de Maringá e Região que buscam uma formação qualificada para intervir junto às PNE no campo formal e informal de ensino. Além disso, ressalta-se que na região não tem um curso de pós-graduação específico para este público.

Justificativa e relevância social do curso

O curso justifica-se pela crescente demanda social de PNE, caracterizadas como aquelas que apresentam em caráter permanente ou momentâneo alguma perda ou anormalidade de estrutura ou função psicológica, fisiológica ou anatômica que se reflita na capacidade de desenvolvimento de atividades/ações dentro do padrão considerado normal para o ser humano. Bem como pela necessidade de professores e profissionais da área educacional e da Educação Física para atuar junto à estes grupos.

Objetivo geral do curso

Proporcionar um suporte teórico e prático para intervenção em educação física aplicada às pessoas com necessidades especiais.

Objetivo específicos do curso

Ampliar o conhecimento sobre as pessoas com necessidades especiais a partir de demandas específicas da Educação Física no campo escolar e não escolar.

Desenvolver habilidades de formação e intervenção junto aos diferentes públicos com necessidades especiais.

Vivenciar práticas interventivas na perspectiva das diferentes necessidades especiais (deficiência física, cognitiva, doenças crônicas não transmissíveis e os estados do desenvolvimento humano).  

Público-alvo

Profissionais de Educação Física Licenciatura/ Bacharelado e áreas afins.

Pré-requisito para cumprir determinadas disciplinas

Os módulos são independentes, podendo ser cumpridos a qualquer momento da oferta do curso.

 


Concepção do programa

A concepção do curso segue todas as normas estabelecidas na Resolução nº 1, de 8 de junho de 2007. Os conteúdos curriculares estão bem articulados com a concepção de mesmo.  O curso de especialização em educação física para populações especiais é de 360 (trezentos e sessenta) horas de créditos, 30 h de orientação monográfica e 60 horas de estudos dirigidos individuais ou em grupos; as aulas serão ministradas quinzenalmente, aos sábados, das 8h00 às 17h00 horas.

Início: Agosto/2018
Término dos créditos teóricos: Agosto/2019
Prazo final para entrega da monografia ou trabalho de conclusão de curso: dezembro/2019
Horário e dias de funcionamento do curso: sábados manhã e tarde

Carga horária total: 450 horas
Créditos disciplinares: 360h
Orientação monográfica: 30h
Estudos em grupos dirigidos: 60h

Habilitação: Especialista em Educação Física para populações especiais


Estrutura curricular / Carga Horária

 

MÓDULO 1
DISCIPLINA
Inclusão e Diversidade no Contexto da Educação Física
O corpo e as necessidades especiais
Ética e deontologia aplicado à pessoas com necessidade especiais
Déficits e Transtornos da Aprendizagem
Psicomotricidade
Metodologia da pesquisa científica*
MÓDULO 2
DISCIPLINA
Psicologia e as necessidades especiais
Deficiência intelectual e os transtornos mentais na educação física.
Atividades Recreativas para populações especiais.
Educação Física Adaptada e as possibilidades rítmicas expressivas.
Educação Física Adaptada e Lutas
Educação Física e Esportes Adaptados
MÓDULO 3
DISCIPLINA
Educação Física e Deficiência Física
Educação Física e a Deficiência Visual
Educação Física e Obesidade
Educação Física e Hipertensos
Educação Física e Gestante
Educação física em Gerontologia
ATIVIDADES DE CARÁTER COMPLEMENTAR
DISCIPLINA
Orientação monográfica
Atividade extraclasse: estudos individuais e/ou em grupos

* disciplina ofertada na modalidade à distância.

Conteúdo programático (planos de ensino dos componentes curriculares e ementas)

 

Disciplina: 01 – Inclusão e Diversidade no Contexto da Educação Física
Professor (a): Doutora Vânia de Fátima Matias de Souza
Ementa: Estudo das Políticas Nacionais de Atenção Educacional às pessoas com necessidades especiais, numa perspectiva de abrangência da formação de professores e profissionais frente ao atendimento à diversidade da Prática Pedagógica/Interventiva no contexto da Educação Física. 20 H/ A

 

Disciplina: 02 – O corpo e as necessidades especiais
Professor (a): Mestre Bruna Solera
Ementa: A disciplina buscará proporcionar aos alunos noções sobre o percurso histórico das pessoas com necessidades especiais, passando pelas etapas de exclusão e integração dos sujeitos/corpo na sociedade, assim como será problematizada a diversidade no contexto da Educação Física e suas implicações e direcionamentos para a intervenção profissional. 20 H/ A
Disciplina: 03- Ética e deontologia aplicado à pessoas com necessidade especiais
Professor (a): Tatiana Mana
Ementa: Estudo da evolução dos direitos das pessoas com necessidades especiais, gestantes e idosos. Análise da legislação vigente. Estudo da responsabilidade civil do profissional de educação física na atuação junto às pessoas portadoras de necessidades especiais, gestantes e idosos. 20 H/ A

 

Disciplina: 04 – Déficits e Transtornos da Aprendizagem
Professor (a): Doutora Ana Luiza Barbosa Anversa
Ementa: Filogênese e ontogênese dos sistemas: nervoso humano, considerando-se o processo de aprendizagem, maturação e desenvolvimento. 20 H/ A

 

Disciplina: 05 – Psicomotricidade
Professor (a): Me. Guilherme Arnaldo dos Anjos Gobbo
Ementa: Estudo sobre a compreensão e contextualização da psicomotricidade e as possibilidades de intervenções na Educação Física para populações especiais. 20 H/ A

 

Disciplina: 06 – Metodologia da pesquisa científica
Professor (a): EaD Daiane Boiago
Ementa: As diferentes formas de conhecimento. O conhecimento científico. Métodos. O processo de pesquisa. Metodologia de estudos. Trabalhos científicos. 20 H/ A

 

Disciplina: 07 – Psicologia e as necessidades especiais
Professor (a): Especialista Mirian Valéria Ricci
Ementa: Compêndio histórico das deficiências, conhecimento teórico prático do desenvolvimento bio-psico-social da pessoa que apresenta necessidades especiais. Procedimentos teórico-prático para o trabalho com pessoas que apresentam necessidades especiais no âmbito educacional especializado e inclusão social. 20 H/ A

 

Disciplina: 08 – Deficiência intelectual e os transtornos mentais na educação física
Professor (a): Mestre Luciana Boligon Refundini
Ementa: Estudo dos conceitos de deficiência intelectual – DI e transtornos mentais – TM aproximações e distanciamentos. Análise na Educação física escolar, exercício físico adaptado e esporte para inclusão de pessoas com DI e TM. 20 H/ A

 

Disciplina: 09 – Atividades Recreativas para populações especiais
Professor (a): Mestre Patrícia Herold
Ementa:  Conceito de populações especiais. Trabalho recreacional em espaços de lazer: clubes, colônias de férias, acampamentos, hotéis, ônibus, navios, etc, e seus cuidados necessários. Seleção de jogos, brincadeiras, dinâmicas de grupo e projetos recreativos com ênfase em qualidade de vida. Organização preventiva de eventos de lazer. 20 H/ A

 

Disciplina: 10 – Educação Física Adaptada e as possibilidades rítmicas
Professor (a): Mestre Patric Paludett Flores
Ementa: Estudo das manifestações rítmico expressivas como fenômeno sociocultural e suas aplicações junto as pessoas com necessidades especiais. 20 H/ A

 

Disciplina: 11 – Educação Física Adaptada e Lutas
Professor (a): Especialista Joicy Ligia de Andrade
Ementa: Ementa: Noções básicas do histórico das lutas;

Classificação e categorização das modalidades de combate. Aspectos teórico-metodológicos do ensino das lutas para a terceira-idade e para deficientes intelectuais, motores, autistas e Asperger; cuidados e benefícios para a

saúde e qualidade de vida; lutas paraolímpicas. Nesta disciplina serão abordadas atividades de iniciação a partir

de jogos de oposição adaptados, práticas do judô, esgrima

e karatê adaptados para populações especiais.

20 H/ A

 

Disciplina: 12 – Educação Física e Esportes Adaptados
Professor (a): Mestre Bruna Solera
Ementa:  Noções sobre os Esportes Adaptados, entre eles os paraolímpicos e não paralímpicos, destacando histórico, regras e fundamentos básicos, assim como, as deficiências e suas classificações para a prática de cada

modalidade. Serão ainda abordado formas de adaptação para o contexto escolar e iniciação esportiva para pessoas com deficiência.

20 H/ A

 

Disciplina: 13 – Educação Física e Deficiência Física
Professor (a): Me. Luciana Boligon Refundini
Ementa: Estudo dos conceitos de deficiência física – DF. Análise da Educação física escolar, exercício físico adaptado e esporte para inclusão de pessoas com DF.  20 H/ A

 

Disciplina: 14 – Educação Física e a Deficiência Visual
Professor (a): Me. Vera Felicidade Dias
Ementa: Estudo das teorias e métodos que abordam as alterações no corpo relacionadas a deficiência visual, tendo como objetivo as ações pedagógicas e interventivas na educação física. 20 H/ A

 

Disciplina: 16 – Educação Física e Obesidade
Professor (a): Doutor Sérgio Roberto Adriano Prati
Ementa: Obesidade, conceito, etiologia e consequências para a saúde humana. Papel do profissional de Educação Física na prevenção e tratamento da obesidade. 20 H/ A

 

Disciplina: 17 – Educação Física e Hipertensos
Professor (a): Doutor Weslei Jacob
Ementa: Estudo e caracterização da hipertensão. Fisiopatologia da doença e o efeito dos exercícios físicos. Recomendações para prescrição e prática de exercícios físicos para prevenção primária e secundária das doenças cardiovasculares. 20 H/ A

 

Disciplina: 18 – Educação Física e Gestante
Professor (a): Mestre Alessandra Regina Carnelozzi Prati
Ementa: Principais alterações fisiológicas, morfológicas e funcionais durante a gestação. Concepções e procedimentos para o desenvolvimento de atividades físicas para gestantes. 20 H/ A

 

Disciplina: 19 – Educação física em Gerontologia
Professor (a): Mestre Daniel Vicentini de Oliveira
Ementa:  Educação física no envelhecimento. Princípios e parâmetros da prescrição de exercícios físicos para idosos. Envelhecimento, sarcopenia, dinapenia e exercício de força muscular. Envelhecimento cardiorespiratório e o exercício aeróbico. Exercícios de equilíbrio e flexibilidade para o idoso. 20 H/ A

Métodologia
Ao promover os cursos de pós-graduação o Centro Universitário Metropolitano de Maringá orienta-se pelo propósito de construção de competências profissionais que possibilitem responder adequadamente aos diferentes desafios colocados à formação dos profissionais de diferentes áreas de atuação. Ainda que possam ser valorizados por si mesmos, os conteúdos da formação não terão qualquer utilidade, do ponto de vista profissional, se não favorecerem a construção das competências. Para tanto, serão usadas Tecnologias da Informação, incluindo a plataforma moodle, a partir do Ambiente Virtual de Aprendizagem, incluindo videoaula, material didático e tutoria presencial e a distância. Também haverá aulas expositivas, trabalhos em grupo e seminários, os quais contribuirão para aquisição do conhecimento.
Interdisciplinidade
A atividade interdisciplinar num curso de pós-graduação requer versatilidade, conhecimento e disposição de pesquisa por parte do corpo decente e discente, talvez seja essa a principal dificuldade que a educação enfrenta em desenvolver esta atividade. Ser indisciplinar é uma tarefa que exige adoção de novos paradigmas, mudança de pensamentos, hábitos e atitudes frente ao conhecimento local e universal.
Infraestrutura física
O Centro Universitário Metropolitano de Maringá conta com 75 salas de aula e laboratórios de informática, biologia, anatomia, bioquímica, química, psicologia aplicada; sala de ginástica; pista de atletismo; quadra poliesportiva; auditórios; ampla biblioteca com relevante acervo, instalações administrativas, como departamento pessoal, financeiro, secretarias (graduação, pós-graduação, NEDU, UNIFAMMATEC). Também conta com um Núcleo de Práticas Jurídicas, Clínica de Psicologia, Clínica de Odontologia e com wi-fi gratuita e segurança no campus. As instalações asseguram, também, fácil acesso aos portadores de necessidades especiais.
Critério de seleção
Análise do currículo e entrevista.
Sistema de avaliação
Os critérios de avaliação e validade do certificado de pós-graduação lato sensu, são aqueles dispostos pela Resolução Nº 1, de 8 de junho de 2007 do Conselho Nacional de Educação, ou seja, frequência mínima de 75% e aproveitamento mínimo de 70% nas disciplinas. Os alunos serão avaliados mediante a participação nas aulas, avaliação cognitiva e seminários. Serão concedidos certificados de especialista aos discentes que cursarem todas as disciplinas e apresentarem o trabalho de conclusão do curso (monografia ou artigo científico). Os certificados serão expedidos pela instituição promotora. Especificar se haverá outros sistemas de avaliação
Controle de frequência
Os cursos ofertados pelo Centro Universitário Metropolitano de Maringá constam de uma exigência mínima de 75% de frequência segundo a resolução nº1, de 08 de Junho de 2007, do CNE/CES, que assim especifica em seu Artigo 7º: “A Instituição responsável pelo curso de pós-graduação Lato sensu expedirá certificado a que farão jus os alunos que tiverem obtido aproveitamento, segundo os critérios de avaliação previamente estabelecidos, sendo obrigatório, nos cursos presenciais, pelo menos, 75% (setenta e cinco por cento) de frequência”. O abono de faltas se faz segundo a legislação e apenas em casos de licença de gestação ou doenças infectocontagiosas. Para tanto, necessário se faz a entrega de atestado médico na secretaria, no qual da o direito de uma nova oportunidade de avaliação e respectiva nota.
Trabalho de conclusão
Será exigido trabalho monográfico que além de atender as exigências legais, como instrumento de conclusão de curso reflete a pesquisa realizada sobre um conteúdo relevante que obedece aos parâmetros metodológicos e científicos, com elaboração e entrega de artigo científico de acordo com as normas da ABNT e com os critérios estabelecidos pelo Centro Universitário Metropolitano de Maringá.
Certificação
O Centro Universitário Metropolitano de Maringá certificará os alunos, atribuindo-lhe o título de Especialista àqueles que atenderem as condições legais: frequência, média sete (7,0), apresentação de monografia e apresentação de documentação nos termos da resolução nº 01/2007.
Nova oportunidade avaliativa (trabalho aluno faltoso)
De acordo com o regimento da Pós-graduação do Centro Universitário Metropolitano de Maringá, o aluno que não realizar a avaliação do componente curricular em direito a solicitar, formalmente, nova oportunidade avaliativa (trabalho aluno faltoso). Se o aluno apresentar atestado médico, protocolado junto à secretaria de pós-graduação, até 03 (três) dias úteis após a realização da prova, terá direito à nova oportunidade avaliativa, que se constituirá como atividades com valor de 0,0 a 10,0 (dez) pontos, disponibilizada em Ambiente Virtual de Aprendizagem, sem cobrança de taxa. Se não houver a apresentação de atestado médico, o aluno terá direito à nova oportunidade avaliativa, que se constituirá como atividades com valor de 0,0 a 9,0 (nove) pontos, mediante solicitação formal junto à secretaria acadêmica, e pagamento de taxa. A nova oportunidade de avaliação será realizada exclusivamente pelo Ambiente Virtual de Aprendizagem e não abona faltas, apenas repõe nota avaliativa.
Estrutura física, materiais e demonstração das condições laboratoriais ao curso
As aulas ocorrerão nas dependências da Unifamma, com a utilização das salas de aula, quadra, campo, pista de atletismo e sala de dança.
Planejamento econômico-financeiro
A turma poderá ser atendida integralmente em todas as aulas teóricas e práticas, sem necessidade de divisão de alunos por número excessivo.

Course Reviews

N.D

ratings
  • 5 stars0
  • 4 stars0
  • 3 stars0
  • 2 stars0
  • 1 stars0

No Reviews found for this course.

0 ALUNOS INSCRITOS

    Faça já sua inscrição

    © Copyright 2012 - 2018. Desenvolvido pelo Núcleo de Sistemas de Informação(NSI) da UNIFAMMA - Centro Universitário Metropolitano de Maringá. Todos os direitos reservados.